Mas quem sou eu

Auteur : Professor Sinistro – Capoeira Brasil

Mas quem sou eu
que quando chega da nó na garganta
mas quem sou eu
que quando chega seu corpo balança

CORO 
Mas quem sou eu
que quando chega da nó na garganta
mas quem sou eu
que quando chega seu corpo balança

Sou eu capoeira
sou eu capoeira
sou eu berimbau
sou a cultura de um povo
como eu não existe nada igual
mas quem sou eu

CORO

Eu já matei a sua sede
eu já quitei a sua fome
abre o olho seu moço
que de mim ninguém se esconde

CORO

Não sei se você se lembra
mas eu posso te lembrar
eu tirei você da rua
e lhé dei casa pra mora
hojé tú diz pra todo mundo
e bate no peito com orgulho
que deixo a capoeira pra não ser um vagabumdo

CORO

Lembra daquela quebrada a quizumba que tú arrumo
eu estava com você como amigo e protetor
meia lua/ cabeçada /rasteira /martelo /pisão / golpe certeiro e ligeiro que eu abençoe
…. Mas quem sou eu

CORO

e não venha me dizer que nada fiz por você
olha eu lidei caminho tú queria fama e poder
hoje tú anda por aí embosca da felicidade
quem acabo contigo foi a tal da vaidade

Votre commentaire

Entrez vos coordonnées ci-dessous ou cliquez sur une icône pour vous connecter:

Logo WordPress.com

Vous commentez à l’aide de votre compte WordPress.com. Déconnexion /  Changer )

Photo Google

Vous commentez à l’aide de votre compte Google. Déconnexion /  Changer )

Image Twitter

Vous commentez à l’aide de votre compte Twitter. Déconnexion /  Changer )

Photo Facebook

Vous commentez à l’aide de votre compte Facebook. Déconnexion /  Changer )

Connexion à %s